Inspeção Predial Indispensável Para Condomínios Para Evitar Problemas e a Garantia de Segurança e Proteção Para Toda e Edificação em Belo Horizonte e Região Metropolitana de BH | Grande BH | Renovo Reformas | Problemas que a falta de inspeção predial pode causar em um condomínio.

Inspeção predial: o que é?

A inspeção predial é uma avaliação rigorosa de uma edificação, das suas características, do seu desempenho, das funcionalidades a ela agregadas, de sua vida útil e, ainda, das formas que ela é utilizada e operacionalizada.

Publicada em 2020, a NBR 16747 é o principal documento que trata dessa atividade, lançando quais são as regras para a análise e, então, para atestar a segurança e o estado de conservação de um edifício.

Fazer uma análise técnica, apurada e responsável de uma edificação pode reduzir substancialmente os custos com a manutenção, pois é possível, através dela, identificar os pontos nevrálgicos das estruturas.

 

Qual a diferença de vistoria e inspeção?

As principais diferenças entre a inspeção e a vistoria predial são as seguintes:

Inspeção predial: É necessário que, além de fazer a enumeração dos problemas estruturais, dos problemas relacionados à operação ou em relação ao uso dos equipamentos de um prédio, também se façam os apontamentos referentes ao risco que cada problema, em particular, envolve e propor uma solução para ele.

Vistoria predial: A vistoria, em si, busca observar, enumerar e, por fim, levar ao conhecimento amplo quais são os problemas que podem ser constatados em um prédio, em suas áreas comuns e em seus equipamentos. Podemos compreender, portanto, a vistoria com uma etapa inicial da inspeção predial.

 

Quem pode fazer?

A inspeção predial pode ser realizada por aqueles profissionais que compreendem as interações entre os mais diversos aparatos que constituem uma edificação, bem como de que forma eles se comportam através do tempo e da forma de utilização.

Assim, aqueles mais capacitados para realizar a tarefa no seu condomínio são o arquiteto ou o engenheiro civil, que podem ser contratados individualmente ou em uma empresa que possa prestar esse tipo de trabalho.

 

Roteiro para inspeção predial de acordo com a NBR 16747

A inspeção, de acordo com a NBR 16747, de 2020, possui um passo a passo que pode simplificar a tomada de dados para a construção de um bom relatório para o síndico.

 

Realize o levantamento da documentação do condomínio e dos dados da construção dele;

Faça uma análise dos dados das instalações e construções;

Realize o processo de diagnóstico para observar todas as características da edificação;

Conduza as vistorias de cada área de instalação do condomínio e analise também a complexidade da construção;

Classifique, das mais urgentes para as menos urgentes, quais são as irregularidades que foram observadas e constatadas;

Faça a lista de recomendações e ações que são necessárias para a preservação da edificação;

Crie também um relatório em que sejam priorizadas todas as recomendações técnicas necessárias para a reparação do prédio e de suas funções;

Oriente de qual forma deve ser feita a avaliação para o uso do prédio, bem como para a sua manutenção;

Emita o LTIP.

 

Quais elementos e equipamentos são verificados?

Devem ser analisados no momento da inspeção:

Elementos aparentes das estruturas prediais

Devem ser analisadas as estruturas de um prédio tais como vigas, pilares, colunas e demais estruturas de sustentação de um edifício.

 

Revestimentos internos e externos

A análise dos revestimentos permite a observação de possíveis infiltrações, rachaduras ou outros eventos que possam comprometer a integridade do prédio, tanto aqueles que são internos quanto os que são externos, incluindo a fachada.

Sistemas hidráulicos

Devem ser inspecionados as tubulações de água, gás, caixas de gordura, caixa de água, esgoto sanitário, sistemas de reutilização de água ou de armazenamento.

 

Problemas que a falta de inspeção pode causar em um condomínio

Um dos problemas mais comuns em relação à falta da inspeção em prédios está relacionado à imprevisibilidade de uma situação que possa comprometer uma estrutura de um edifício.

 

Quando percebida ainda em seu início, é possível solucioná-la sem comprometer muito o dia a dia do prédio, bem como economizar recursos financeiros importantes para o condomínio.

 

No entanto, com o problema já instaurado, pode ser necessário realocar recursos mais importantes, resultando, assim, também em insegurança para os moradores.

 

Portanto, na dúvida, a melhor solução é a prevenção.